quarta-feira, 6 de maio de 2009

Desabafo!!

Nem tente. Sua cara não me assusta, sua infantilidade não me comove. Eu te derrubo do salto, te coloco no seu lugar. Fácil. Não aposte, não arrisque. Viro leoa, me viro e desviro, me transformo: mas você não ganha. Não leva meu melhor, não comove com sua demagogia barata. Te ganho no raciocínio. Minha lógica é direta, é matemática, é livre. A sua é emocional e burra. Não vem com essa de amizade, de consideração. Já foi, amiga. Já era. Não tem pra você. Respira fundo, te bota no seu lugar. Sua vulgaridade não atrai. Sua ironia não é engraçada. Sinto muito se acabo sendo melhor. Quem não nasceu para ser presa, não vira caçador. Talvez seja porque minha naturalidade soe melhor que a sua falsidade. Me deixa. Minha alegria não é transmitida por osmose! Não cola, desgruda. Você já perdeu. Olha pra cima: estou lá, bem alto, bem longe de você. E você não me alcança.

Ufa!

2 comentários:

breno costa disse...

credo!

=S

Humberto disse...

Adorei o desabafo. Inspirou até meu post de hoje.