quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Respira fundo...


Eu queria frescor. Vento. Névoa.
Eu queria sol. Mas o sol fresco do nascer do dia.
Eu queria paz. Não das lutas sociais, mas da rede na varanda.
Eu queria fotos. Não do orkut e redes socias, mas as estranhas que só quem fotografou entende.
Eu queria mais verdades. Não as de traições, mas aquelas que contêm sinceridade.
Eu queria menos falsidade. Não de hipocrisia, mas de ética e lealdade.
Eu queria alegria. Não momentânea, mas duradoura, sem justificativas.
Eu queria meus amigos. Não por um momento apenas, mas sempre que sentisse saudade.
Eu queria a infância. Não pela ingenuidade, mas por não preocupar-me tanto com coisas sem solução.
Eu queria chuva. Não de granizo e inundações, mas aquela leve, que tem cheiro.
Eu queria andar descalça. Não de meias, mas pisando na grama, ou na areia.
Eu queria liberdade. Não das prisões que vivemos, mas daquelas que nós mesmos nos prendemos.
Eu queria conforto. Não dos lençóis de seda, mas do abraço do amado.

E eu sei que consigo. Desde que eu não tenha tanto trabalho.

I can. I know...


Foto: minha de mim mesma, em um dia que algumas das coisas acima foram possíveis.

2 comentários:

Humberto disse...

Lorena, qual em qual universidade vc estuda? Qual período vc está? Não sei se já trabalha, mas eu talvez precise de uma assistente inteligente (de Jornalismo), pensei em vc.

Abs!

Camila Florêncio disse...

AMEI o post!!!!!!!!!!!
Sentimento que também sinto!
Saca?